--:--
--:--
  • cover
    Rádio Alvorada 94.5 - Santa Cecília

Suspensão da caça ao javali preocupa produtores em Santa Catarina

A comunidade agropecuária em todo o Brasil foi abalada com a notícia da suspensão das autorizações para a caça do javali no mês de agosto. Agora, apenas as autorizações emitidas antes de julho permanecem válidas até o vencimento, o que gerou preocupações entre os produtores de Santa Catarina, devido a sérios danos causados ​​por esses animais de produção agropecuária.

O javali é considerado uma praga devido aos numerosos problemas que causam. Desde 2013, o IBAMA classifica o javali como uma espécie invasora e perigosa, devido a ataques a animais silvestres, domésticos e até mesmo a pessoas. Como resposta a essa situação, o IBAMA havia autorizado o controle do javali no Brasil.

Entretanto, neste ano, o Decreto 11.615, de 21 de julho, determinou que a caça ao javali só seria autorizada pelo Comando do Exército. Como resultado, em 23 de agosto, o IBAMA suspendeu a emissão de novas autorizações, deixando muitos produtores preocupados.

O javali é classificado como uma das cem espécies exóticas invasoras do mundo pela União Internacional de Conservação da Natureza. Isso se deve à sua agressividade, habilidade de adaptação em diferentes ambientes e reprodução descontrolada, sem predadores naturais, o que gera impactos ambientais e econômicos.

No que diz respeito à economia, os danos causados ​​pelos javali são enormes, resultando na destruição de plantações e rebanhos, além de matar animais jovens. Muitos produtores relatam que suas plantações de milho e soja sofrem prejuízos severos devido à presença desses animais.

A restrição da caça levou muitos produtores a optar por não cultivar milho neste ano, o que acarretará em impactos econômicos ainda maiores. Além disso, a falta de controle sobre o javali aumenta a preocupação com doenças transmitidas por esses animais, afetando outras espécies e até mesmo seres humanos.

Para enfrentar essa situação, o deputado federal Darci de Matos está buscando a liberação da caça junto ao Exército Brasileiro. Em Santa Catarina, também há uma mobilização para criar uma lei estadual que regulamenta a caça do javali.

Enquanto a situação não se resolve, os produtores continuam apreensivos com as consequências para o futuro de suas plantações e a necessidade de encontrar soluções que protejam a produção agropecuária e o meio ambiente. O debate sobre o controle do javali continua em curso, e os produtores aguardam uma resposta que lhes permita cultivar suas terras com segurança.

Compartilhe

Últimas Notícias

Categorias

Notícias pelo WhatsApp?

Quer receber notícias pelo seu WhatsApp? Entra em nosso grupo oficial Rádio Alvorada!