--:--
--:--
  • cover
    Rádio Alvorada 94.5 - Santa Cecília

Vendas no comércio varejista brasileiro têm alta de 2,5% em janeiro, aponta IBGE

Após meses de estabilidade e queda, setor apresenta primeira alta significativa desde setembro do ano anterior.

De acordo com a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira, dia 14, as vendas no comércio varejista no Brasil tiveram um aumento de 2,5% na passagem de dezembro para janeiro. Este é o primeiro crescimento estatisticamente significativo desde setembro do ano anterior, quando foi registrado um aumento de 0,8%. Nos meses subsequentes, o comércio passou por dois meses de estabilidade (outubro e novembro) e um de queda (dezembro).

Com este resultado, em janeiro, o setor operava 5,7% acima do patamar pré-pandemia, registrado em fevereiro de 2020, e 0,8% abaixo de seu nível recorde, alcançado em outubro de 2020.

Cinco das oito atividades investigadas na pesquisa registraram avanços em janeiro deste ano. Destaques incluem os setores de tecidos, vestuário e calçados, bem como equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, que exerceram as principais influências sobre o resultado total do comércio varejista.

No entanto, a atividade de tecidos, vestuário e calçados ainda está longe de se recuperar das perdas causadas pela pandemia de Covid-19, registrando uma queda de 6,9% em dezembro. O segmento de supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, que é o de maior peso na pesquisa, também registrou alta pelo terceiro mês consecutivo.

Por outro lado, três atividades do varejo restrito apresentaram queda em janeiro: livros, jornais, revistas e papelaria; artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria; e combustíveis e lubrificantes. No varejo ampliado, que inclui duas atividades adicionais, o crescimento foi de 2,4% de dezembro para janeiro, com destaque para veículos, motos, partes e peças.

Esses dados refletem um cenário dinâmico no comércio varejista brasileiro, com alguns setores se recuperando gradualmente enquanto outros enfrentam desafios, como a volatilidade dos preços e o impacto das medidas de contenção da pandemia.

Compartilhe

Últimas Notícias

Categorias

Notícias pelo WhatsApp?

Quer receber notícias pelo seu WhatsApp? Entra em nosso grupo oficial Rádio Alvorada!