SC tem 10 mortes e mais de 200 acidentes por buracos em rodovias federais em 5 anos, diz PRF

Escrito por em julho 4, 2022

QUER RECEBER NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP?

CLIQUE AQUI

As más condições das rodovias federais causaram ao menos 205 acidentes entre 2017 e o último mês de maio em Santa Catarina. As ocorrências deixaram 217 feridos e mataram 10 pessoas, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As três últimas mortes ocorreram e junho deste ano, em dois acidentes ocorridos em menos de sete dias. Duas delas ocorreram no dia 21, quando um caminhão de combustível explodiu ao desviar de um buraco e bater de frente contra outra carreta na BR-282 em Ponte Serrada, no Oeste. As vítimas eram motoristas.

A última, foi de um motociclista, no dia 27. O jovem, de 20 anos, teria caído ao passar sobre um buraco e foi atropelado por um caminhão logo após a queda na BR-158 em Cunha Porã, também no Oeste.

Os acidentes foram associados a falta de estrutura das rodovias por motoristas e usuários. Segundo a PRF, no entanto, “não é possível afirmar que esta tenha sido com certeza a causa [do acidente]”, apesar das condições ruins do asfalto.

Rodovias em piores condições

A BR-470 é a que tem os piores números dos últimos cinco anos, com 61 acidentes causados por defeitos na rodovia, como desníveis, afundamentos e buracos.

A rodovia é fundamental para escoar cargas do interior aos portos do Estado. São 359 quilômetros, entre Campos Novos, no Meio-Oeste, a Navegantes, no Litoral Norte, de acordo com a a Confederação Nacional do Transporte (CNT). As condições gerais do trecho foram classificadas pela CNT como regular em estudo divulgado em 2021.

A rodovia passa por obras de duplicação na altura do Vale do Itajaí, uma demanda que começou a ser discutida ainda na década de 1990 e que não se cumpriu até então.

A manutenção dos trechos é de responsabilidade do governo federal e, no caso das vias concessionadas, das empresas que firmaram contratos para isso.

A PRF diz que os acidentes associados a defeitos nas vias representam um percentual extremamente baixo se comparados às ocorrências em geral. De janeiro a maio deste ano houve 3.190 acidentes. Destes, 14 relacionados a problemas na pista, o que representa um total de 0,43%.

Fonte: G1/SC

Siga nossas redes sociais: INSTAGRAMFACEBOOK

Ao Vivo

Rádio Alvorada

Current track
TITLE
ARTIST