Saque de R$ 1 mil do FGTS: Caixa vai devolver saldos não movimentados

Escrito por em agosto 5, 2022

QUER RECEBER NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP?

CLIQUE AQUI

A Caixa Econômica Federal vai iniciar neste sábado (6) o retorno às contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) dos valores do saque extraordinário que foram creditados automaticamente em conta digital do Caixa Tem, mas não foram movimentados pelos titulares.

Quanto será devolvido?

Cerca de R$ 9,2 bilhões retornarão para as contas do FGTS, devidamente corrigidos, em cumprimento à Lei 14.075/2020, segundo o banco público.

A Caixa ressalta que, em todo o calendário de pagamento, foram liberados cerca de R$ 30,1 bilhões para aproximadamente 43,7 milhões de trabalhadores com direito ao saque. Os pagamentos foram liberados até 15 de junho, conforme o mês de nascimento do trabalhador.

Saquei apenas uma parte. O resto será devolvido?

Os trabalhadores que movimentaram o Saque Extraordinário, em qualquer valor, não terão o saldo remanescente retornado às contas de FGTS, permanecendo o saldo disponível na conta do Caixa Tem.

Não saquei, e agora?

A solicitação de saque pode ser feita mesmo após a devolução dos valores.

Segundo a Caixa, os trabalhadores que tiverem os recursos retornados automaticamente para a conta de FGTS, em razão da não movimentação dos valores, e ainda desejarem o crédito do Saque Extraordinário, têm até 15 de dezembro deste ano para realizar a solicitação pelo App FGTS. Após a solicitação, o crédito será feito na conta digital do Caixa Tem em até 15 dias, aponta o Valor Online.

O que é o saque extraordinário?

Uma medida provisória liberou o saque de até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por trabalhador.

A liberação dos recursos foi feita de acordo com o mês de nascimento dos trabalhadores, e o dinheiro pode ser acessado por contas gratuitas no Caixa Tem.

Fonte: Globo.com

Siga nossas redes sociais: INSTAGRAMFACEBOOK


Ao Vivo

Rádio Alvorada

Current track
TITLE
ARTIST