Mulher formaliza denúncia de violência obstétrica em hospital de Chepecó

Escrito por em julho 18, 2022

QUER RECEBER NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP?

CLIQUE AQUI

A mulher de 25 anos que relatou ao g1 ter sido vítima de violência obstétrica em um hospital de Chapecó, no Oeste catarinense, formalizou a denúncia na Ouvidoria do Hospital Regional do Oeste nesta segunda-feira (18).

Fernanda Wartha Gripa contou que, há cerca de um ano, ficou aproximadamente duas horas com dores durante o trabalho de parto, pedindo ajuda aos funcionários. O hospital informou às 15h desta segunda que a queixa foi registrada e respondida.

Fernanda teve o primeiro filho em 29 de julho de 2021. A mulher chegou a criar um grupo em uma rede social para reunir e denunciar relatos semelhantes. A situação, segundo ela, ocorreu no Hospital Regional do Oeste (HRO).

Relato

Violência obstétrica é o termo utilizado para caracterizar abusos sofridos quando gestantes procuram serviços de saúde, seja no parto, nascimento ou pós-parto. Segundo Fernanda, a situação de maus-tratos ocorreu durante todo o período em que ela esteve na unidade.

Segundo a jovem, a situação foi acentuada por conta da ansiedade que ela sofre. Na unidade, logo após entrar em trabalho de parto, Fernanda conta que passou mal ao começar a sentir dores.

Os maus-tratos podem incluir violência física ou psicológica, podendo fazer da experiência do parto um momento traumático para a mulher ou o bebê.

Fonte: G1/SC

Siga nossas redes sociais: INSTAGRAMFACEBOOK


Ao Vivo

Rádio Alvorada

Current track
TITLE
ARTIST