Empresa que participou de fraude em licitações devolve R$ 55 milhões a SC

Escrito por em julho 19, 2022

QUER RECEBER NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP?

CLIQUE AQUI

Uma empresa de tecnologia devolveu R$ 55 milhões aos cofres públicos de Santa Catarina, oriundos de contratos fraudados. A empresa assumiu a participação no esquema criminoso e firmou um acordo de leniência com a CGE (Controladoria Geral do Estado) e o MPF (Ministério Público Federal).

Os contratos fraudados foram assinados entre o governo do Estado e a Neoway Tecnologia de 2007 a 2019. Eles são objetos da Operação Hemorragia, deflagrada em janeiro de 2021 pelo MPF em conjunto com a Polícia Federal.

No decorrer da operação, foram descobertos esquemas de corrupção em 17 contratos firmados. A Neoway aceitou ressarcir os danos em troca de redução de pena e multa, entre outros benefícios, e se comprometeu a colaborar com a investigação em curso no MPF e na CGE por meio da alavancagem de provas.

Os valores foram devolvidos aos órgãos, entidades e empresas onde as fraudes aconteceram: Tesouro Estadual (R$ 29 milhões), Casan (R$ 15 milhões) e Celesc (R$ 11 milhões).

“Um terço desse valor, cerca de R$ 18 milhões, é a multa aplicada pela CGE no acordo”, explicou o controlador geral do Estado, Cristiano Socas da Silva.

Inédito, o acordo de leniência foi criado pela Lei Anticorrupção, de 2013, para agilizar as investigações e a recuperação dos prejuízos aos cofres públicos. No decorrer dos trabalhos, a CGE deve deflagrar processos sancionatórios a pelo menos 13 empresas e 20 agentes públicos.

A Neoway Tecnologia foi procurada, mas não respondeu os questionamento até as 17h30 desta segunda-feira (18). O espaço segue aberto.

Fonte: Noticia Hoje

Siga nossas redes sociais: INSTAGRAMFACEBOOK


Ao Vivo

Rádio Alvorada

Current track
TITLE
ARTIST