Amigos há 44 anos descobrem ser irmãos em Santa Catarina

Escrito por em dezembro 25, 2021

 

 

 

Parece história de filme, mas não é, dois senhores de Florianópolis, que se conhecem há 44 anos, descobriram depois de já terem mais 70 anos, que, na verdade, são irmãos. Manoel João Vieira de Campos e Antônio Fernando Cravo se conheceram em 1971, em um curso de Policial Militar, e se tornaram amigos. E só em 2015, conseguiram descobrir que eram filhos do mesmo pai.

 

 

Na época, os dois dividiam a sala de aula e o campo de futebol, mas não poderiam imaginar serem filhos do mesmo pai.

 

 

Antônio conta que sua mãe o criou sozinha até ele completar 7 anos, quando ela se casou novamente. O aposentado explica que o padrasto era uma pessoa maravilhosa, e se tornou seu verdadeiro pai.

 

Manoel conta que na infância escutava sua mãe dizer que o pai havia tido um filho com outra mulher. O pai de Manoel e Antônio, contou para a nora, esposa de Manoel, que realmente teve um filho, mas que não sabia o sexo e se estava vivo ou não.

 

Após o pai adotivo e a mãe de Antônio falecerem, em 2015, ele resolveu se abrir com uma tia. “Até então eu não podia e não consegui falar a respeito” explica. A esposa de Antônio soube que ele falou com a tia, e resolveu contar ter descoberto o nome do pai biológico do marido com ajuda da filha.

 

Na época, João Manoel, pai dos senhores, já era falecido. Pelo cartório, com a certidão de óbito, a família encontrou os irmãos de Antônio.

 

A irmã mais nova de Manoel contou para ele que um homem chamado Antônio Fernando Cravo havia feito contato e que eles eram irmãos por parte de pai. Ao ouvir o nome, Manoel logo lembrou do colega e amigo de curso da Polícia Militar.

 

O aposentado conta como foi encontrar o irmão Antônio pela primeira vez. “Eu sou aquele irmão que você está procurando, da família do seu João Vieira de Campos, ele era meu pai” relembra Manoel.

 

Manoel tem outros quatro irmãos vivo e Antônio tem cinco, eles contam que no início imaginaram que poderiam ter alguma dificuldade de aceitação, mas que foi uma recepção incrível na família.

 

Emocionado, Antônio afirma que a história dele e do irmão que se conheceram há 44 anos, e descobriram aos 73 anos que eram irmãos, não daria apenas um livro, mas um filme. Hoje os irmãos estreitaram laços e não se desgrudam.

 


 

FONTE: SCC 10

 


Siga nossas redes sociais: INSTAGRAMFACEBOOK

Ao Vivo

Rádio Alvorada

Current track
TITLE
ARTIST